LEME TURISTANDO NO PARÁ: SALINÓPOLIS (carinhosamente conhecida por todos como SALINAS).

Muitos desconhecem, mas no PARÁ tem, além das lindas praias doces (postagem AQUI), praias banhadas pelo mar.

SALINAS é o destino certo de muitos paraenses nas férias de julho, que coincide com o início do verão (junho – outubro), quando as chuvas estão mais escassas.

O que se ouve por lá é que a capital BELÉM fica “esvaziada” em Julho, pois a maioria das pessoas se desloca até SALINAS para passar as férias de julho.  Também não podia ser diferente, SALINAS fica à 208 KM da capital BELÉM.

SE puder EVITE conhecer SALINAS em Julho, pois você não terá espaço suficiente para respirar, transitar, alimentar, banhar, e seus ouvidos serão bombardeados por vários “hits do momento”.

Final do ano e feriados, apesar da movimentação de turistas SALINÓPOLIS é muito agradável.

A variação de maré em SALINAS é assustadora, tanto que quando ela sobe pega muitos motoristas desprevenidos (é comum ver carros atolados na areia). Impressiona!

seguuuraaa!
seguuuraaa!

Sim, a grande extensão de areia dura permite que os motoristas estacionem muito perto da água, mas muito cuidado com a maré traiçoeira que sobre muito rápido.

Prevenidos, os restaurantes e barracas na praia foram construídos em cima de palafitas.

Praia do Atalaia
Praia do Atalaia
Maré começando a recuar...
Maré começando a recuar…

Quando a maré está baixa a extensão de areia parece interminável e o mar praticamente desaparece. Uma larga e deliciosa faixa de areia que permite privacidade (quando não se está na alta temporada) e longas caminhadas.

Mare_baixa_salinas (1)

Mare_baixa_salinas (2)

Além disso, na maré baixa formam-se várias piscinas ao longo da praia.

piscinas_salinas

Mas essa faixa de areia entre as barracas e o mar é tão, mas tão, extensa que a circulação de veículos é permitida.

turista que dorme volta de carona...
turista que dorme volta de carona…

Praias de areia fina, compacta, branca, e limpa, pois a maré sobe tanto que arrasta qualquer resíduo de turista relaxado.

Muita areia, dunas e pedras compõe o belíssimo visual de SALINAS.

Só na "observância"
Só na “observância”
praia do farol (vista das dunas)
praia do farol (vista das dunas)
ao abrir a porta do quarto...
por mais dias iniciando com esta vista…

PRAIA DO ATALAIA: a porta de entrada de SALINAS, a praia mais movimentada durante o dia, famosa, e com mais opções de barracas.

quando resolvi caminhar da praia do farol até a do italaia #mortacomfarofa
quando resolvi caminhar da praia do farol até a do italaia #mortacomfarofa
E o vento descabelou...
E o vento descabelou…

PRAIA DO FAROL, FAROL VELHO: um pouco afastada, à esquerda da praia do ATALAIA, tranquila e predominantemente residencial (casas de veraneio).

É tanta pobreza... #sqn
É tanta pobreza… #sqn
felicidade custa pouco
felicidade custa pouco

PRAIA DO MAÇARICO: centro com vários restaurantes típicos da culinária paraense, bares, artesanato, atrações, orla urbanizada com coqueirais. Ótima opção para passeios de fim de tarde e           noturno.

Maçarico
Maçarico

praia_macarico_para (2)

SALINAS oferece uma boa estrutura turística e tem ótimas opções de hospedagem por lá, confira AQUI.

 

 

Estivemos em SALINAS em duas oportunidades, em Maio de 2013 e Dezembro último. Créditos dessa postagem ao paraense que está deitado no sofá assistindo futebol!

Anúncios

4 comentários sobre “LEME TURISTANDO NO PARÁ: SALINÓPOLIS (carinhosamente conhecida por todos como SALINAS).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s