Meu Ray Ban 4208 e suas muitas aventuras!

A experiência de viajar, conhecer uma cultura e sabores novos me deixa muito mais feliz que ostentar um closet lotado de tendências e marcas do momento.

Meus motivos:

  • É muito mais prazeroso relatar uma viagem do que algo que comprei.
  • Eu e Felipe ficamos muito mais românticos/parceiros durante nossas viagens.
  • A lembrança de uma viagem ficará pra sempre, enquanto a moda é fugaz.
  • Volto mais enriquecida de uma viagem do que de um shopping, em vários sentidos.

Por outro lado,  procuro sempre analisar o custo x benefício ao adquirir algum item. Exemplo: tenho um formato de corpo muito complicado para comprar calças jeans (muito quadril e pouca perna), logo, me permito pagar um pouco mais caro quando encontro uma peça que me veste bem, e tenho preferência por determinadas marcas (CK, Carmim). Ora, faz dois anos que adquiri meu último par de calças, que ainda estão novinhas.

Um bom jeans vale o investimento, já que nunca sai de moda.

Claro que não nasci com essa concepção, já apanhei muito na cara e comprei por impulso, gastei o que não podia e me arrependi até o último fio de cabelo (a mais grave foi gastar mais de R$2mil em uma bolsa, pra nuuunnncaaa mais, espero!!!).

Além das calças jeans, outro item que prezo qualidade são os óculos de sol. E também só aprendi essa lição depois de castigar muito meus olhos com produtos falsificados. Como a grana é curta, prefiro apenas um modelo, porém, de qualidade.

Em 2008, resolvi “investir” em óculos solar, meus critérios para compra foram: pagar até R$ 600,00, prezar resistência, proteção UV e garantia, armação em acetato para não enroscar nos cabelos, cor preta.

Depois de muita andança e pesquisas, o modelo escolhido foi esse:

Ray Ban RB4208
Ray Ban RB4208

Paguei R$ 550,00, hoje custa por volta de R$ 480,00.

Sim, paguei caro, mas não me arrependo. Até hoje ele permanece como novo e, apesar do modelo ser considerado ultrapassado (vintage está com tudo heim), uso muito.

É ótimo na praia, as lentes escuras são muito confortáveis nos dias de sol claro, material fácil de lavar (está grudando de filtro solar, torneira e detergente neutro bastam) e resistente a quedas e bolsas lotadas.

Além de tudo isso, é um excelente companheiro de viagens, vejam só:

Em Pirenópolis/GO, em 2009.
Pirenópolis/GO, em 2009.
Em Floripa/SC, praia Jurerê Internacional, em 2010.
Floripa/SC, praia Jurerê Internacional, em 2010.
Em Natal/RN, Morro do Careca, em 2012.
Natal/RN, Morro do Careca, em 2012.
Em Maceió/AL, passeio às piscinas naturais de Maragogi, em 2013.
Maceió/AL, piscinas naturais de Maragogi, em 2013.

 

São Luiz/MA, em 2013.
São Luiz/MA, em 2013.
Chapada dos Guimarães/MT, cachoeira véu da noiva, em 2014.
Chapada dos Guimarães/MT, cachoeira véu da noiva, em 2014.
Arraial D'ajuda/BA, praia de pitinga, 2014.
Arraial D’ajuda/BA, praia de pitinga, 2014.

Os óculos permanecem os mesmos, mas as paisagens…

Anúncios

5 comentários sobre “Meu Ray Ban 4208 e suas muitas aventuras!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s