Relato, fotos e gastos da viagem ao Sul da Bahia.

1º DIA: CHEGANDO EM ARRAIAL D’AJUDA

Chegamos em Arraial D’ajuda/BA por volta das 14h, muito exaustos depois de um vôo de quase 11 horas de duração, duas conexões e assentos que não reclinavam, ora os últimos da aeronave, ora os seguintes aos da saída de emergência. Ah, e sem direito a janela!

Uma pausa para reclamação. Compramos nossas passagens com 5 meses de antecedência e já com os assentos marcados. Faltando uma semana para a viagem, recebemos o temido e-mail sobre a mudança de vôo (que migrou de 5 horas de duração para mais de 11) e não possibilitaram o check-in pela internet. Não podia ser outro o resultado: um chá de cadeira. Obrigada, GOL!!

Bom, como sou adepta à filosofia “evite ao máximo se estressar quando estiver em férias”,  não reclamei  muito.

 Anote a dica de transporte: o aeroporto fica em Porto Seguro e, para chegar até Arraial, a rota mais próxima exige a travessia por balsa. O táxi do aeroporto cobraria R$ 130,00 para nos deixar na porta da pousada, mas como não sou boba, já fui sabendo que pegar um táxi até a balsa, atravessar e pegar outro sairia bem em conta, assim fizemos. Tirando a chatice de puxar as malas com rodinhas nos paralelepípedos até a balsa, a economia de R$ 71,00 fez valer a pena. Do aeroporto até a balsa o táxi saiu por R$ 25,00 + as passagens da balsa R$ 7,00 + táxi até a pousada R$ 27,00. Sem contar que a balsa de passageiros sai com muito mais frequência que a dos automóveis, em menos de 5 minutos estávamos do outro lado.

Anote a dica SUPER, ULTRA, POWER, MEGA, PLUS da pousada com o melhor custo X benefício que já encontrei na vida (desculpe, estou intensa hoje, kkk): POUSADA LÁ NA MAGIA. Primeiro vou ressaltar que nosso tipo de viagem é aquela que pretende desfrutar do destino e não das comodidades de um hotel/ressorte/pousada. Então, um quarto limpo, cama confortável, chuveiro quente e ar condicionado está ótimo.

Precisa de mais?!
Precisa de mais?!
Um total de 9 quartos.
Um total de 9 quartos.

DSC02564

Seguindo, a reserva foi feita pelo Booking, e a desconfiança era grande (tanto que levei lençol e toalha na mala, vai que, né?). Diária de R$ 70,00 o casal, a uma quadra da rua principal, a Mucugê, é possível?? Sim!!! Quartos simples, rústicos, mas impecavelmente limpos, cheirosos e organizados. Atendimento de primeira, o casal de senhores Alan e Maria, além de simpáticos e atenciosos, se propõem a te agradar ao máximo, dentro das possibilidades deles, é claro. A pousada ainda dispõe de uma cozinha completa a disposição dos hóspedes, mais uma facilidade pra quem quer economizar nas refeições.

Na manhã seguinte descobrimos que eles fornecem um café da manhã de cortesia, mas no booking consta que não há café da manhã, isso porque eles não querem ter o compromisso de acordar cedo. Logo, depois das 8h, para quem quiser, o café está servido, com pão quentinho, frios, frutas, suco e até banana frita ou ovos mexidos, pra quem preferir, a D. Maria prepara na hora. O casal ainda dá dicas ótimas de locais pra visitar e experimentar. A empatia foi recíproca e, em agradecimento pela ótima avaliação que fizemos no Booking, o Sr. Alan, na volta pra casa, nos deu carona até o aeroporto. Como não amar um lugar desses?!

Anote essa imposição: HOSPEDE-SE EM ARRAIAL! Brincadeira, mas se você gosta de ficar perto de tudo, ter sossego e agitação (não tão agitada) ao mesmo tempo e pagar preços dignos, esse é o lugar.

20141022_145949
Muita chuva e neblina comprometeram o visual.
Muro com fitas religiosas atrás da Igreja N. Sra. D'Ajuda, mirante com vista para Porto Seguro.
Muro com fitas religiosas atrás da Igreja N. Sra. D’Ajuda, mirante com vista para Porto Seguro.

Bem acomodados, bora colocar os pés na areia.

PRAIA MUCUGÊ, bastante movimentada, quando a maré está baixa é mais agradável, tanto pelo espaço de areia disponível, quanto para o banho, pois formam-se piscinas naturais.

Por indicação, ficamos na BARRACA ARAPATI, e devoramos um filé de Dourado assado, purê de batata (divino!), arroz, farofa e salada. Obs: Se algum ambulante vier te oferecer algum bolinho de aipim intitulado o “melhor”, por míseros R$ 6,00 cada, não caiam nessa armadilha, mesmo que estejam famintos.

DSC02548
Visú da cabana Arapati.

Depois da praia, supermercado para comprar água, frutas, pão integral e frios. Isso ajuda muito a economizar em viagens.

Sem muita fome no jantar, e, após subir e descer a mucugê umas dez vezes (isso que dá almoçar tarde) escolhemos comer espetinho no JARDIM PAULISTA, talvez encantados pela voz e violão que só cantarolava MPB, era só o que prestava. Os espetinhos estavam com gosto de fumaça e salgados.

Gastos do dia (para dois): R$ 290,40

-Lanches nos aeroportos do caminho: R$ 62,00

– Táxi: R$ 52,00

– Balsa: R$ 7,00

– Almoço Arapati: R$ 87,40

– Mercado Cambuí: R$ 36,00

– Espetinho Jd. Paulista: R$ 39,00

 2º dia: Chuva, chuva, vento e friozinho.

Tomamos café 9h, já com as vestimentas de praia e melecados de protetor solar, super confiantes de que o sol sairia, mas, duas horas de espera na recepção da pousada, a primeira alteração no roteiro, e a visita ao Arraial Eco Parque foi substituída por um suculento “Dia da comilança”. RESTAURANTE SÃO JOÃO, localizado próximo a igreja D’ajuda, fomos DE MOQUECA DE PEIXE COM CAMARÃO e várias caipirinhas.

DSC02551
Esse casaquinho não combina com praia!

A sobremesa foi Sorvete COELHINHO, que fica no meio da mucugê e foi parada obrigatória durante toda a viagem, recomendo e muito. Aquela mistura de sabor com preço justo, irresistível.

 DSC02630DSC02628

O resto da tarde passeamos pelas ruas charmosas de Arraial, bisbilhotando todas as “lujinhas” de artesanatos e afins.

No jantar, ansiosos por experimentar o tal do ACARAJÉ, fomos de MORENA FLOR, que fica na Mucugê e especializado em comida baiana. Pedimos uma porção com seis mini acarajés e acompanhamentos separados (vinagrete, camarão, vatapá, caruru), tudo delicioso. Os acarajés foram fritos em azeite de dendê (amamos), mas estavam sequinhos e com uma massa aerada, levinha.

Saindo de lá, estacionamos no MOROCHA CLUB, o som empolgante da banda de rock clássico nos embalou pela madrugada, com vários drinks deliciosos e uma porção de filé com fritas que não deixou a desejar (noivorido amou os molhos barbecue e chimichurri que acompanham o prato).

Gastos do dia (para dois): R$ 251,00

– Almoço São João: R4 91,00

– Sorvete Coelhinho: R$ 7,00

– Morena Flor: R$ 35,00

– Morocha Club: R$ 118,00

3º dia: Rota do descobrimento OFF.

Dia amanheceu nublado e garoando, aproveitamos para adiantar o roteiro e fazer o percurso da Rota do descobrimento, mas, de um jeitinho nosso, todo especial e econômico. Ou seja, sem agências de viagens. Um mapa, dicas pesquisadas na net, transportes alternativos, bolsos apenas com trocados e tênis confortáveis foram nossos companheiros.

De arraial até a balsa, fomos de van e a travessia é free (\o/). Do caís da balsa seguimos caminhando até o CENTRO HISTÓRICO DE PORTO SEGURO, passando por toda a PASSARELA DO ÁLCOOL (basta seguir pela beira mar), que nada mais é do que um calçadão com várias lojas, restaurantes e barzinhos. É uma boa caminhada, uns 40min, boa pra queimar os acarajés da noite passada.

DSC02568
Na balsa. Arraial – Porto Seguro.

DSC02565

Da forma que escolhemos, chegar ao Centro Histórico pelas escadarias, é recomendável e seguro subir na companhia de algum grupo, pois há risco de assalto. Ficamos distantes esperando um grupo maior de pessoas para acompanha-los.

DSC02574

Chegando lá, compensa realizar o passeio guiado, o valor varia de R$ 20 a R$ 25, depende da sua pechincha, nós pagamos R$ 20. 😉 Além das informações e curiosidades contadas no belo e engraçado sotaque nordestino, você ainda leva um fotógrafo de brinde.

Igreja N. Sra. da Misericórdia (1526).
Igreja N. Sra. da Misericórdia (1526).
DSC02594
Igreja de Nossa Sra. da Pena (1535) e a Casa de Câmara e Cadeia (1756), onde funcionam o Museu da Cidade e o núcleo local do IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico Nacional).
20141023_124533
É nóis no Marco da Posse (mármore).

DSC02581 DSC02582

Caso alguém se interesse em adquirir uma casinha dessas, não desembolsará menos de R$ 500 mil . Duvida? Olha aqui.DSC02599

De lá, seguimos a pé até a rodoviária (5min caminhada) e pegamos um ônibus até SANTA CRUZ CABRÁLIA. Sinceramente, nada demais por lá. Talvez esteja sendo injusta, já que o dia estava nublado, mas o centro histórico é pequeno e a praia sem atrativos.

Igreja de Nossa Senhora da Conceição.
Igreja de Nossa Senhora da Conceição.

20141023_150307

DSC02615

E o guia nos apresentou essa "ruína não identificada". Super interessante!
E o guia nos apresentou essa “ruína não identificada”. Super interessante!
Vista para o mar de  Santa Cruz Cabrália.
Vista para o mar de Santa Cruz Cabrália.

Queríamos ter ido até Santo André (local do CT da Alemanha), nos disseram que a praia lá é bem bonita e que o passeio valeria a pena, o que também pode ser realizado perfeitamente de ônibus, porém realizando a travessia por balsa de Cabrália pra lá. No entanto, já estava tarde, a barriga roncava de fome e nada adiantaria ver mais uma praia se o clima não permitia que a desfrutássemos.

Voltamos até COROA VERMELHA, de ônibus, local em que está a cruz simbolizando a primeira missa realizada no Brasil e também várias barraquinhas de comidas típicas e artesanatos. Pausa para um lanche, uma tapioca “meia boca”, e seguimos de táxi até a balsa para arraial, e de van até a pousada.

Selfie no local da primeira missa celebrada no Brasil.
Selfie no local da primeira missa celebrada no Brasil.

Em arraial, fechamos a noite no PAULO PESCADOR, próximo à praça de arraial, um restaurante P.F. com glamour, pratos bem servidos e dignos de serem devorados de joelhos. Matamos mais uma lombriga, a do BOBÓ DE CAMARÃO. Eles tem preço único de R$ 27,00 o prato, que é uma cumbuca bem funda. Aberto somente de quarta a domingo. Com pouca fome um prato satisfaz duas pessoas.

DSC02619
E essa fartura de feijão vem de brinde!

DSC02616 2014-10-23 21.34.22

 Gastos do dia (para dois): R$ 196,00

– Transporte (van, balsa, táxi, ônibus): R$ 44,00

– Lanches: R$ 35,00

– Guias (CH em Porto e outro em Cabrália): R$ 40,00 (o de Cabrália é dispensável)

– Jantar Paulo Pescador: R$ 77,00

4º dia: PRAIAAAAA

Dia clareou cedo com um sol “fumegante”. Muito protetor, e fomos gastar a sola dos pés na areia escaldante.

DSC02732

Descemos a ladeira até a PRAIA DO MUCUGÊ e de lá seguimos caminhando, passando pela PRAIA DO PARRACHO até a PRAIA DA PITINGA, na última BARRACA, a DO RODINHA, 1h de andança.

Local mais tranquilo, um bom atendimento e a cerveja mais barata da praia. Precisa de mais?! Almoçamos ISCA DE DOURADA COM AIPIM FRITO, uma porção generosa.

DSC02635

Praia Parracho
Praia Parracho
Está vendo aquele paredão branco lááá no fundo?! Prazer, sou a Praia Taípe.
Está vendo aquele paredão branco lááá no fundo?! Prazer, sou a Praia Taípe.
Barraca do Rodinha.
Barraca do Rodinha.
Admito: eu fiz chantagem emocional para o Felipe concordar em posar pra essa foto.
Admito: eu fiz chantagem emocional para o Felipe concordar em posar pra essa foto.

DSC02652

Depois de tanto peixe e camarão, estávamos salivando por uma carne de boi sangrenta (adoro!), e foi na CHURRASCARIA DO BINHO que devoramos uma saborosa picanha e com direito a uma caipirinha de brinde.

Desculpem, mas não tem como sorrir naturalmente quando se está faminto.
Desculpem, mas não tem como sorrir naturalmente quando se está faminto.

20141024_210841

Gastos do dia (para dois): R$ 180,79

– Almoço Rodinha: R$ 103,79

– Jantar Binho: R$ 67,00

– Sorvete Coelhinho: R$ 10,00

5º dia: PRAIA DO ESPELHO, TRANCOSO

Locamos um carro no ROBERTINHO, sem burocracia alguma, um palio completinho, por R$ 80,00 a diária e KM livre. Preparei alguns sandubas,  frutas, uma garrafa grande de água mineral que congelei de véspera e seguimos para a PRAIA DO ESPELHO.

Praia do Espelho (Expectativa)
Praia do Espelho (Expectativa)

Uma estrada medonha, estreita e tipo queijo suíço. As condições para desfrutar da beleza dessa praia eram ótimas, maré baixa e sol límpido, o que atenuou o medo pelo caminho (Felipe ficou tenso no volante). Detalhe: a estrada é mal sinalizada, ainda bem que peguei a descrição completinha de como chegar até lá (com pontos de referência).

DSC02657

Não tem como sorrir naturalmente quando se está com medo.
Não tem como sorrir naturalmente quando se está com medo.

Chegamos lá antes das 9h e, como já havia lido pelos blogs sobre viagens, a primeira facada, R$ 25,00 o Estacionamento!!!

Caminhamos, caminhamos e nada de tão espetacular que fizesse a viagem até lá valer a pena. Sim, é uma bela praia, mas não consegui sequer compreender o porquê do nome (não vi nada espelhado) e, repito, as condições do tempo eram as melhores. Juro que não acreditei nas imagens publicitárias dessa praia, até porque o photoshop faz milagres (mar azul claro que chega a ser transparente que contrasta com uma areia branquinha, #sqn).

DSC02664
Praia do Espelho (Realidade).

DSC02663 DSC02662 DSC02706 DSC02667 DSC02670DSC02712

E mais, é tudo um absurdo de caro e, pra terem uma ideia, R$ 10,00 a cerveja long neck!! Nem preciso dizer que não consumimos nada por lá. Estiquei a canga sob a sombra de um belo coqueiro e fizemos nosso pic-nic, tiramos fotos, torramos no sol e 13h partimos para TRANCOSO.

A chegada em TRANCOSO não tem o glamour esperado, o contraste social é gritante. Estacionamos no quadrado, outra facada, R$ 10!!! Para o flanelinha! Andamos pelo quadrado, que é, na verdade, um retângulo, um local que proporciona fotos deslumbrantes – casinhas coloridas, crianças jogando futebol no gramado central, e igrejinha branquinha emoldurada por um mar azul de doer o “zóio”- nessa igrejinha rolava um casório chiquérrimo, fiquei alguns minutos ali sonhando, sonhando….-.

DSC02714
A praça do quadrado.
DSC02715
Igreja de São João Batista, no Quadrado.
DSC02726
Eu sonhando casar ali….
DSC02717
Mirante atrás da Igreja, vista para a Praia dos Nativos.

  DSC02731 DSC02734

Bom, o estômago gritou e não iria aguentar esperar até Arraial, começa nossa busca por um restaurante acessível no “retângulo” de Trancoso. Mulheres maquiadas, lindas, cabelos perfeitos, tomando MOE CHANDON. Eu?? Apenas uma reles pessoa normal que fica com o cabelo e a cara oleosos na praia, pés cheios de areia, bolsa da renner a tiracolo lotada de bagulhos. Viajar também é bom por isso, nada de vergonha, ninguém ali te conhece e você se sente liberado para qualquer cafonice. Isso é libertador!

Encontramos uma bela casinha rosê, VITÓRIA, com um peixe grelhado a um preço razoável, e foi ali mesmo. O peixe estava delicioso, grelhado e suculento, com batatas assadas e arroz com brócolis de acompanhamentos. Hummm!

Atenção! Não é tão fácil dirigir em trancoso. No mapa parece tudo próximo, mas tem ladeiras imensas e sinuosas, trechos sombrios, ruas que, do nada, mudam de direção, e sinalização precária. Outra coisa, Trancoso é ruim pra quem gosta de ficar hospedado perto de tudo, ali tem que escolher, ou se fica próximo ao quadrado (que está longe da praia, mas tem uma estrutura da restaurantes e lojas), ou se instala próximo a praia e fica dependente das comodidades do seu hotel/resort/pousada e aluga um carro.

No mais, trancoso tem praias lindas e uma bela estrutura, mas tem que ter um bolso bem fundo. E mais, não é preciso alugar um carro pra ir de Arraial até trancoso, tem ônibus e vans com fartura.

E o jantar foi no MASSAS FRESCAS (em frente ao shopping de Arraial) e um prato de filé grelhado com talharim foi o suficiente para nós dois. O preço é bacana e o filé estava no ponto ideal, porém a massa estava um pouco dura. Mesmo assim, é recomendável!

Gastos do dia (para dois): R$ 286,50

– Locação do carro Robertinho: R$80,00

– Gasolina: R$ 53,00

– Estacionamento: R$ 30,00

– Almoço trancoso: R$ 71,50

– Jantar Massas Frescas: R$ 52,00

6º dia: PRAIA DE TAÍPE

Domingão de sol, fez com que acordássemos com um ótimo humor! Isso porque estávamos na Bahia, em férias, mas esse mesmo cenário em Cuiabrasa seria deprimente.

Bora justificar o voto e seguir para a praia, longe de todos os embates políticos. E o destino foi MUCUGÊ – PARRACHO – PITINGA – LAGOA AZUL – TAÍPE. Nossa, parecia que não iria chegar e que estávamos enxergando Taípe como uma miragem, a cada passo ela se distanciava. Paredões de falésias brancas, visual desértico, faixa longa de areia, pouquíssimos corajosos por lá, essa é a praia de TAÍPE. Para nós, a mais bela de todas. Duas horas de caminhada que eu faria mil vezes. A boa notícia é que não é preciso caminhar tudo isso, pode-se pegar uma van pra pitinga e caminhar até taípe, uma horinha apenas. Cuidado, não há transporte saindo/chegando de Taípe. Fotos, fotos, banho… e resolvemos voltar até a barraca do RODINHA. Aproveitei pra desbotar no mar e queimar ao sol (com proteção fator 80 ainda consegui um belo bronzeado), pois a previsão do tempo era de que os próximos dias seguiriam chuvosos.

DSC02746
A prova de que Deus estava inspirado quando desenhou nosso país.

DSC02742 DSC02745

É uma miragem ou meu príncipe?!
É uma miragem ou meu príncipe?!

DSC02753 DSC02759 DSC02760

Almoçamos quando já estava anoitecendo, e o que é bom a gente pede BIS, PAULO PESCADOR, eu fui de STROGONOFF DE CAMARÃO e Felipe de CARNE DE SOL, ambos deliciosos.

A noite estávamos exaustos. Essa combinação de caminhadas, sol, banho de mar, cevada nos deixou molinhos, molinhos. Dormimos até o estômago despertar e, como todo domingo, é dia de PIZZA, escolhemos a melhor, PAOLLO PIZZA. Uma legítima pizza italiana, massa crocante e recheios divos. Uma grande com brie, tomate cereja, presunto de parma, mussarela italiana, linguiça caseira, por R$ 45,00, uma pechincha.

 Gastos do dia (para dois): R$ 162,00

– Barraca do Rodinha: R$ 30,00

– Paulo Pescador: R$ 70,00

– Sorvete coelhinho: R$ 6,00

– Paolo Pizza: R$ 56,00

7º, 8º e 9º dias: MUITAS NUVENS, CHUVA E VENTOS FORTES = ALTERAÇÃO TOTAL NO ROTEIRO.

Essa não era a provável previsão do tempo para essa época, mas, ultimamente o clima anda temperamental. Um dia você está tomando gelada na praia e no outro de tricô se aquecendo com vinho. Pois é. Ainda bem que há de tudo um pouco em Arraial e passamos muito bem apesar de não poder curtir um marzão.

Esses dias foram de mais andanças pelo comércio, garimpando objetos de decoração para casa, além de souvenires para os chegados. E testamos muito a elasticidade do nosso abdômen, aprovado!

Almoçamos em um SELF DE CHURRASCO, próximo à broduey, por dois dias, de longe a refeição mais barata com um buffet bem variado e fresquinho. No último dia almoçamos no PORTINHA, um self mais badalado (= mais caro), no shopping de arraial, e o primeiro não deixou nada a desejar.

Aproveitamos esses últimos dias para nos esbaldarmos em comidinhas de barraca, economizamos bastante em alimentação para torrarmos em peças decorativas (em outro momento mostro o que compramos).

Gastos nesses dias (para dois): R$ 300,00

– Alimentação: R$ 275,00

– Transporte: R$ 25,00

Enfim, somando esses gastos (R$ 1.666,69), com as passagens (R$ 1.000,00 +8 mil pontos smiles), e a hospedagem (R$ 650,00), nove dias no litoral SUL da Bahia, para duas pessoas,  saiu por R$ 3.316,69.  Tenho certeza que uma viagem dessas cabe em muitos bolsos, dependerá somente das prioridades de cada um.

Anúncios

14 comentários sobre “Relato, fotos e gastos da viagem ao Sul da Bahia.

  1. Olá! Anotei muita informação útil. Em agosto estarei por lá. O local que escolhi pra ficar foi Marraial em Arraial d’Ajuda, é um hostel; viajarei sozinha, mais barato assim.
    Valeu casal!!!!

    Curtir

    1. Boa noite, Alexa!
      Obrigada por comentar. 🙂
      Tudo irá depender do tipo de viagem. Se quer uma viagem mais tranquila curtindo arraial, porto seguro e trancoso, é plenamente possível transitar por todos esses lugares de táxi, vans de lotação, ônibus e muita caminhada. Foi o que fizemos. Alugamos carro por apenas um dia, para conhecer a famosa Praia do Espelho, mas recomendo, para aqueles menos aventureiros, mas que desejam conhecer essa praia que contratem um passeio, pois a estrada para o Espelho é muito ruim e mal sinalizada. Espero ter ajudado.
      Boa viagem!! Já sinto saudades das paradisíacas praias do Sul da Bahia.. 😥

      Curtir

  2. adorei seu blog. Parabéns.
    vou pra Arraial em Julho, e não quero ir no escuro, porque vou com três crianças.
    então estou montando o plano A, B, e até o C, e o seu blog me ajudou muito.
    Obrigada!

    Curtido por 1 pessoa

  3. Oi Pri! Adorei seus comentarios! Morri de rir com alguns! Rs
    Eu ja estive em porto seguro algumas vezes viajando com a minha mae. Mas a ultima foi em 99. Em fevereiro vou me hospedar na pousada vila do beco com meu marido e minhas duas filhas. Uma de 4 1/2 e um bebe de 11 meses. Minha pergunta é: é facil locomover com carrinho de bebe pelas ruas de arraial? E pegar a balsa com as meninas, vc acha q vai ser tranquilo?
    Uma beijoka
    Tatiana

    Curtido por 1 pessoa

    1. Olá Tatiana, obrigada pela visita!!! Realmente o Sul da Bahia é muito lindo para uma única visita.
      Sobre suas perguntas:
      1. Não é mt fácil andar com carrinho de bebê nas ruas de Arraial, pois são de paralelepípedos (aqueles bloquetes de concreto). Vi alguns pais com dificuldade em puxar o carrinho. Porém, pelo que lembro sua pousada é na Rua Mucugê, certo?? É tudo mt perto, logo a dificuldade nem será mt sentida.
      2. Sim, é muito tranquilo pegar a balsa e ela sai a cada 15 minutos ou menos. A travessia é rápida e sempre tem táxi ou vans em qualquer dos lados. As crianças vão tranquilas e chega a ser até uma diversão pra elas.
      No mais, uma excelente viagem e desejo que vc e sua família aproveitem muito por lá! Depois me conte como foi. Bjs!

      Curtir

      1. Oi querida!
        Obrigada por responder!
        A minha pousada fica no beco dos jegues. Pelo que li é pertinho do burburinho. E como já estou acostumada a empurrar carrinho mesmo… Rs
        Mas vou levar o carrinho menor so p bb mesmo, que aí, qq coisa, é so levar o bb no colo mesmo nos trechos mais dificeis qd eu estiver c o meu marido junto, pois ele estara na maior parte do tempo na pousada, no torneio de gamão.
        Depois te conto.
        Bjusss

        Curtido por 1 pessoa

  4. Adoreiiii!!!!! Parece que estamos viajando juntos …kkkk isso é minha imaginação que é fértil Pri. rs mas ficou tudo muito esclarecido, ótimo para quem vai viajar, ver essas dicas é tudo o que se precisa saber .. Fico ansiosa pelo próximo post…bjks

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s